terça-feira, 4 de maio de 2010

Disciplina


Disciplina - a raíz é a mesma de discípulo, aquele que segue.
A palavra anda meio fora de moda. A prática então nem se fala. Admiro as pessoas disciplinadas, ou que pelo menos parecem ser. Acompanho o blog de Dolores Reig (El caparazon) há meses. Todos os dias há um novo texto, uma resenha, uma apresentação. Focada, precisa, atual e principalmente, constante. O mesmo posso dizer do BizRevolution de Ricardo Jordão Magalhães, embora este tenha um estilo oposto ao de DREIG, muito mais eloquente e exagerado no tamanho das fontes, é igualmente persistente, resiliente e constante.
Montei este blog há um bom tempo, mas só esporadicamente consigo a disciplina necessária para escrever. Tenho a inabilidade de me envolver em tantas coisas, algumas úteis, outras totalmente inúteis que acabo sempre escrevendo apenas no tempo que sobra...Se você acorda e não consegue pensar em outra coisa melhor do que escrever...acho que foi Rilke falando com um jovem aspirante a poeta. Mas ele não viveu em 2010 com toda correria, enxurrada de estimulos fantasiados de informações, pessoas andando agitadas de um lado para outro com ar de muito ocupadas e sem saber exatamente por onde ir. Apressada cá estou eu me desculpando pela mesma falta de disciplina. O que me falta é esta capacidade de deletar o ruído e ficar com a música, sair do burburinho e seguir o meu próprio caminho. Sem grandes rompantes, sem declarações bombásticas. Apenas fazendo aquilo que só eu sei que devo fazer. E devo por que? Por disciplina!

Nenhum comentário:

Postar um comentário